Dificuldades Atencionais e Foco

dificuldades-atencao-palmelaA atenção é um processo cognitivo necessário e essencial no processo de aprendizagem. Ser capaz de dirigir, focar e suster a atenção e a concentração, de modo a garantir um processo de aprendizagem progressivo e bem-sucedido, é uma tarefa muitas vezes difícil nos dias de hoje entre os mais novos. A quantidade de estímulos distractores juntamente com factores emocionais de desmotivação e desinteresse, envolvidos em contextos pouco apelativos e estimulantes, têm sido um impulsionador das queixas de pais e educadores. Contudo, e tendo o cérebro humano uma grande plasticidade e flexibilidade neuronal é possível desenvolver estratégias para ajudar a focar e suster a atenção, bem como, criar e utilizar materiais que permitam a estimulação e reabilitação desta capacidade cognitiva.

As Dificuldades Atencionais e Foco caracterizam-se pela dificuldade de seletividade de estímulos tal como o consequente tratamento processual destes, ambos influenciadores do processo de aprendizagem. E o que fazer quando se verificam essas dificuldades? Venha conhecer (e partilhar) estratégias/atividades específicas para a criação de contextos educativos e pedagógicos impulsionadores do sucesso escolar destas crianças.

 

Assim sendo, convidamos Carla Costa para connosco partilhar o seu conhecimento e experiência num encontro que ocorrerá no dia 16 de Novembro 2016  entre as 18:30h e as 20h na Clínica da Educação em Palmela.

 

Objectivos:

  • Entender as dificuldades atencionais
  • conhecer estratégias de intervenção

– Inscrição apenas nesta formação – 10€

 

carla_dias_da_costa

Carla Dias da Costa é licenciada em psicologia clínica pela Faculdade de Psicologiada Universidade de Lisboa, é mestre em motivação humana pela mesma faculdade e doutorada em terapia familiar pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Coimbra.
Com o objetivo de conhecer de forma mais profunda as diferentes vertentes da sua área de trabalho fez ainda pós graduações em neuropsicologia e acolhimento terapêutico, pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada e em psicopatologia da criança e do adolescente.
Profissionalmente trabalhou no serviço de neuropsicologia do Hospital Júlio de Matos e no Hospital Egas Moniz e passou pelo Hospital Sant Pau- Barcelona, no serviço de terapia familiar.
Foi responsável pela organização e gestão do lar de acolhimento do colégio Eduardo Claparède, onde trabalhava diretamente com crianças de forma a promover as suas competências sociais e emocionais, bem como, a sua adaptação às mudanças ocorridas naquela fase da vida.
Colabora com diversas escolas no acompanhamento em sala e desenvolvimento de programas de competências sociais e emocionais, assim como programas de desenvolvimento de competências fonológicas.
Escreve artigos de interesse pedagógico e psicológico para revistas da área parental, participa como oradora em palestras e formações para crianças, jovens e pais sobre temas que relacionados com o desenvolvimento das crianças, com questões sociais, emocionais e académicas
Faz acompanhamento psicoterapêutico, avaliação e reabilitação neuropsicológica e desenvolve ações de formação pela Clínica da Educação. Colabora ainda coma Associação de Socorros Médicos, o Vigilante.

 

botao-inscricao-011-300x78

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*