Entender e intervir na indisciplina em contexto de sala de aula

O agrupamento de escolas Hermenegildo Capelo em Palmela desafiou-nos para um breve encontro para trabalho com o seu conjunto de professores do 1º ciclo.

Ao cuidado de Renato Paiva os professores foram levados a reflectir sobre o que de base está no conflito e na indisciplina. Perceber o que motiva é um primeiro passo para entender o que fazer. Entender o “rastilho” que provoca o comportamento indesejado permite que se possa limitar que tal volte a suceder.

Há crianças com comportamentos difíceis. Que nos tiram do sério. Que nos irritam e alteram a tranquilidade dos professores (e pais, avós, amigos,…), mas é necessário, e desejável, que não se desista.

Um final de dia que, apesar de cansativo, muito proveitoso.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*