O meu filho odeia-me

«MÃE, ODEIO-TE» OU «QUERO QUE TU MORRAS» SÃO VERDADEIROS MURROS EMOCIONAIS. PODEMOS
«OBRIGAR» OS FILHOS A GOSTAR DE NÓS? ESTAS MÃES ACHAM QUE FALHARAM, MAS NÃO SABEM ONDE…

 

Artigo da revista Happy Woman com a participação da Drª Carla Costa

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*