Lidar com o luto infantil

Profissionais dedicados responderam sim ao desafio e juntaram-se à Drª Teresa Andrade para a formação “Dizer Adeus”. Falar da morte, mesmo para os adultos torna-se sempre um tema que cria constrangimentos. Mas é possível abordar o tema de forma tão subtil como o falar numa folha de árvore caída.

A naturalidade da conversa e o modo como podemos responder às perguntas difíceis da criança com segurança, sem mentir, e sem criar cenários irrealistas foi dos principais tópicos abordados na sessão.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*